Desinstalar o IE no Windows 7 vai abalar o Market Share do navegador ?

Desinstalar o IE no Windows 7 vai abalar o Market Share do navegador ?

Decisão de poder desabilitar o Internet Explorer 8 do Windows Seven pode abalar o mercado dominado pela Microsoft e dar mais espaço para Mozilla Firefox, Ópera e Safari ?

Por Rafael Arcanjo | Em 10.03.09 | Categoria: Tecnologia

A Microsoft anunciou que a nova versão de seu sistema operacional, Windows 7, permitirá a seus usuários desativar o navegador Internet Explorer e outros programas integrados, motivo de litígio com a União Europeia.

Fonte: G1.com.br

A história é longa. Encurtando o caminho: vários fabricantes de software, principalmente os de navegadores (Mozilla e Ópera inclusos) reclamam da Microsoft por operação desleal de mercado. Na prática, de acordo com eles, incluir o Internet Explorer junto com o sistema operacional Windows faria com que ela tivesse uma grande vantagem sobre os concorrentes, visto que a Gigante de Redmond detem grande fatia do mercado de sistemas operacionais que funcionam hoje nos PCs domésticos e empresariais. A União Européia já está de olho na Microsoft faz um tempo, com processos AntiTruste em andamento.

União Europeia vs. Microsoft

União Europeia vs. Microsoft

Com o lançamento do Windows 7 previsto pra outubro de 2009, a Microsoft tem liberado algumas versões de teste, Beta. Em uma destas versões (Build 7048), alguns blogueiros descobriram que é possível desativar por completo o Internet Explorer 8, além de outros aplicativos, como o Media Player. A empresa confirmou a informação através de um diretor da equipe de Windows.

O usuário terá a opção também de escolher o Browser padrão do sistema, como já é feito hoje nas versões atuais do Windows.

Meu questionamento é:

Esta decisão é o que os outros navegadores precisam pra tirar das mãos da Microsoft o domínio do mercado de navegadores?

Não creio. Primeiro porque de acordo com matéria do Baboo, onde inclusive mostra como desabilitar o IE8, apenas esta última versão pode ser removida. O IE7 continua como nativo do sistema e não pode ser removido.

Segundo: o usuário comum não conhece o que é Firefox, Safari e muito menos o Ópera. A Internet é o “e azul” no desktop e vai continuar sendo, independende de qual versão. Acho que uma coisa que poderia diminuir a quantidade de usuários do IE seria uma hipotética troca de ícone por parte da Microsoft, passando para um Elefante Cinza, sei lá. :P

Porém, concordo com Guilherme Felitti, quando ele disse no Now! Café 34 que é um precedente perigoso para a Microsoft, isto é. Imagino que a partir disto vários outros fabricantes de software vão aproveitar deste argumento.

Tags: , , , , ,


Apaixonado por tecnologia, Cruzeirense e Nerd. Trabalha com TI há mais de 12 anos, porém ficou fascinado com computadores bem mais cedo quando viu o que aparentemente era um 286 rodando um joguinho de corrida via disquete de 5 1/4.

« »

383 Comentários

  1. prof.vaz

    Arcanjo,

    Apesar de parecermos ter chegado a uma “conclusão boba” quanto ao “E azul” isso é a mais pura verdade. Os usuários não têm noção da existência do navegador e nem da possibilidade de escolha.

    Se puserem como ícone um “Elefante cinza” vão dizer que o Windows veio sem internet…

    []s

  2. Rafael Arcanjo

    Prof. Vaz

    É exatamente o meu ponto. O tiro no pé seria apenas se a Microsoft resolver mudar o ícone do IE. Aí sim eles vão perder mercado, porque o técnico vai instalar um outro navegador e vai falar que agora o “E AZUL” é um “RAPOSA LARANJA”. Hehehehe

  3. Danilo Augusto

    Amigo, acredito que essa versão só tem opção de desinstalação por ser uma versão beta. Não acredito que a MS deixará o IE como sendo fixo no Windows 7 e mesmo que ela deixar a opção de desinstalação, isso não é um grande motivo que mudará a historia no mercado de browsers, o que mudaria, seria a opção de escolher o navegador durante a instalação do Windows, mas não é o que acontece.

  4. Thássius V'

    O ideal seria que, assim que o Windows fosse instalado, aparecesse uma caixa de diálogo perguntando qual navegador aquele usuário gostaria de usar. Teria o Internet Explorer lá, além de outros. Caso o usuário escolhesse o IE, já seria ativado. Se preferisse outro, o próprio Windows acessaria a internet e baixaria a versão mais recente do software.

    “Mas por que não deixa todos já instalados na máquina? Só clicar e habilitar”. Porque não se a Microsoft pode distribuir outros navegadores, por questão de copyright e juridiquês. Mas o IE ela pode, então deixaria ele ali, completinho.

    “Ah, mas a Apple não precisa fazer isso com o Mac OS X, que já vem com Safari e o iLife”. Exatamente. Para esse argumento eu não tenho resposta.

  5. Rafael Arcanjo

    Thas,

    Também concordo que o ideal seria que ele perguntasse. Até achei que fosse assim que seria implementado, acho que li isto em algum lugar naquelas decisões da União Européia.

  6. josete

    não estou satiosfeita obrigada pela oportuniddade um abraço

  7. UnshakableGirl

    Eu já fiz muitas modificações no meu notboot e também já desistalei o IE para brincar um pouco só com o Safari… não ocorreu nada que me trouxesse problemas. Meu not fica ligado quase 24dia, sempre edito som e imagem, assisto filmes, TV on line, testo OS, programas e aplicativos nele quase sempre, jogos enfim e ainda não encontrei problemas nem com as modificações no sistema nem mesmo com a troca de navegadores.

    Gostei muito dos comentários que li aqui. Valeu!

Deixe uma resposta

Utilize o formulário abaixo para deixar uma resposta no Arcanjo.org. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios.

Você deve estar logado para postar um comentário.