Uma vida digital por água abaixo em Segundos

Uma vida digital por água abaixo em Segundos

Roubo de notebook por quadrilha. Cuidado para não ser a próxima vítima.

Por Rafael Arcanjo | Em 27.10.08 | Categorias: Pessoal, Tecnologia

Sexta-Feira. Dia de ir embora para casa, depois de uma semana inteira de trabalho pesado em Curitiba. Minas Gerais me espera, hospitaleira como sempre. Se o avião não ficar dando voltas no céu como fez comigo certa vez, quando ao tentar pousar começou um temporal.

Acordo as 6:55, como todo dia da semana no Hotel. Arrumo minhas malas, ansioso e desco para tomar o café. São 7:20. O motorista do taxi me envia uma mensagem falando que a outra passageira que vai comigo para a empresa onde estamos desenvolvendo um projeto vai sair 15 minutos mais tarde este dia. Porém, o telefone no silencioso não me permitiu ver o SMS, o que teria salvado a situação (ou não) que eu descrevo a seguir.

Desço o elevador. Quarto andar para o térreo. Tomar aquele café da manhã bem reforçado, trabalhar e pegar o voo para BH e de lá, outro para casa.

Térreo. Vou para a sala de café, sem saber que existem 2 homens me seguindo.

Chego como sempre cheguei, escolho uma mesa e coloco minha mochila, o que eu sempre fiz desde que cheguei no hotel e verifiquei que o clima não era hostil, típico de uma cidade interiorana de aproximadamente 100.000 habitantes. E depois de ter ido a SP, RJ, BH, Juiz de Fora e várias outras cidades (trabalho viajando), já havia analisado o ambiente. Porém, talvez não o suficiente.

A mesa das guloseimas fica a menos de 2 metros da mesa que eu coloquei minha mochila, sem saber que já estava sendo observado, provavelmente a mais de um dia.

Assim que coloco a mochila, o primeiro homem já chega por perto, rondando o local e o segundo entra no salão de café. A função do primeiro era trocar a minha mochila por uma outra, com uma estátua pesada dentro, e do segundo era cobri-lo, a fim de que eu não o veja trocando a bolsa.

Chegam, fazem o trabalho e saem. Coisa de 5 segundos depois eu já vi que minha mochila havia sido trocada e fui atrás, porém sem sucesso.

É difícil descrever a sensação de ver tudo que tu juntou durante tempos ir embora assim, tão rápido. Podemos apontar alguns erros, como ter deixado a mochila emcima da mesa e a falta de um dispositivo externo de backup.

Porém, é aquele negócio que a gente nunca acha que vai acontecer conosco, vê passar na TV mas sempre é com o próximo, dificilmente chegará em cidades pequenas.

Como pode ser visto, não são amadores, são profissionais. Eu diria que são uma quadrilha. Na última cena, possivelmente depois da esquina onde viraram devia ter um terceiro esperando de carro. Um taxista do local viu uma S10 ou Ranger branca suspeita dando voltas devagar próximo ao ponto de taxi, porém não desconfiou. Não que seja o caso, mas também não é algo a se decartar.

O furto ocorreu as 7:28, de acordo com as cameras de segurança do local. Logo ligamos para a Polícia Militar, que informou que apenas poderia enviar uma viatura se o ladrão estivesse ainda na cena do crime. Caso contrário, deveríamos esperar até as 9:00 da manhã para fazer o Boletim de Ocorrência, vulgo BO, na Polícia Civíl.

Até dar o horário, passei por 6 lojas de informática da cidade avisando do acontecido, na esperança que eles não saibam como tirar a senha da BIOS do Toshiba A135 e levem a um local especializado. O que depois, pensando direitinho, concluí que dificilmente ocorreria, pois como quadrilha eles devem ter algum técnico de informática na jogada.

O BO na Civíl não deve servir de muita coisa, pois quando informei à pessoa responsável pelo mesmo que tinha os vídeos gravados no sistema de segurança do hotel, a mesma informou que o BO ia ser passado para não sei quem que iria ver depois se existe a NECESSIDADE de ver tais vídeos.

O que de bem físico que foi levado:

– Uma mochila Targus igual esta.
– Um notebook Toshiba Satellite A135, com adesivos (que provavelmente devem ter sido tirados) da Ferrari, Apple e BlogBlogs
– Um Relógio
– Um Livro “O Guia do Mochileiro das Galáxias
– Teclado externo para notebook
– Mini Mouse para Notebook
– Cabo para iPod
– Cabo para N73
– Carregador N73
– Notas de Despesas que eu deveria ser reembolsado pela empresa, comprovando meus gastos.
– Material pequeno, como pente, escova de dentes, creme dental, remédios e outros.

O maior prejuízo foi o intangível, os dados. Desenvolvimento de 1 semana e meia (data ao qual eu tinha backup) e material de mais de 2 anos que eu vinha juntando sobre ERPs, ao qual não existia cópia.

Fica o recado: cuidado com seus notebooks. Não desgrude deles nem um minuto. Para isto, compre uma mochila confortável. A Targus que eu coloquei link acima é uma recomendação. É excelente. Em viagens de ônibus, não deixe a mochila emcima no guarda volumes. Qualquer descuido em uma parada, pode acontecer o pior, como com nosso amigo Ca’bianca.

Em restaurantes ou em Hotel na hora do café da manhã, que era o meu caso, não desgrude do notebook até sentar definitivamente com a refeição posta à mesa, a não ser que exista mais alguém contigo que ficará sentado enquanto você se serve.

A sensação de impotência é indescritível. Não poder fazer nada foi a pior parte da situação, vendo seu bem ser levado por um bando de ladrões, por uma quadrilha, pessoas com a maior cara de pau e sem escrúpulos.

Espero que com este vídeo eu consiga algo, pelo menos chamar a atenção a todos para sempre verificarem se não estão sendo seguidos e que tenham sempre em mente: por mais que o local pareça seguro, nunca é demais ser mineiro e desconfiado.

Tags: , , ,


Apaixonado por tecnologia, Cruzeirense e Nerd. Trabalha com TI há mais de 12 anos, porém ficou fascinado com computadores bem mais cedo quando viu o que aparentemente era um 286 rodando um joguinho de corrida via disquete de 5 1/4.

« »

51 Comentários

  1. Raquel Camargo

    Fiquei realmente chocada, Arcanjo! Espero que exista alguma questão legal que faça o hotel ressarcir o material, pelo menos.

    Bom post, boa lição…
    Abraço!

  2. Maysa

    Poxa, Rafael, sinto muito por você.

    O máximo que possi fazer é tomar muito cuidado e alertar as pessoas para não deixarem isso acontecer de novo. Estou avisando todos que tem note, por email.

    Um abração!
    Maysa

  3. Gustavo

    caramba! fiquei besta! Nunca fui roubado mas deve ser uma das piores sensações do mundo, ainda mais perdendo os dados como você perdeu.

  4. Claudia Regina

    “A sensação de impotência é indescritível.”

    Essa frase explicou tudo. Já aconteceu comigo algo parecido em uma viagem a SP, roubaram minha bolsa com carteira, celular e câmera fotográfica (os bens mais valiosos). Impotência total.

    Como eu disse: é fácil dizer que “temos que tomar cuidado”, que “não dá para ser ingênuo” – mas não é tão fácil quando acontece algo assim com você, quando obviamente a ação que tomamos não parece ser ingênua (afinal eles fizeram isso em segundos, é óbvio que não foi vacilo seu).

    Enfim, não tenho nem muito o que falar Rafael… meus pêsames principalmente pelos dados =(

    Beijos

  5. Alexandre Fugita

    Malditos. Eu já fui roubado com os caras apontando arma para mim. No caso de notebooks, roubo ou furto, as quadrilhas escolhem o alvo e o seguem. Foi assim comigo – fui roubado parado no trânsito, dentro de um taxi – e parece que foi assim com você.

    O vídeo serve então para conscientizar as pessoas desse problema.

  6. Rafael Slonik

    O pior de tudo é saber que a polícia “don`t giving a shit” pra isso.

  7. Bender

    Pior que eu vivo fazendo isso. Fiz hoje mesmo. Não tem jeito.

    E também já me furtaram um notebook. Acho que é da natureza deles serem furtados.

    O pior é o livro, cara. Roubar livro é sacanagem.

  8. Fabiana

    Isso é muito chato mesmo. Pior ainda é saber que os hotéis pelo visto vem investindo muito pouco em segurança. Volta e meia aparecem reportagens na TV mostrando caso semelhantes e eles não fazem nada.
    Espero que eles possam ao menos ressarcir seus prejuízos materiais.

  9. […] Arcanjo relatou o roubo do notebook dele nesse post, que inclusive tem um vídeo mostrando a ação dos salafrários. Sugiro que você leia para […]

  10. Veja um roubo de notebook em segundos

    […] Ele estava em um hotel de Campo Largo (PR) se preparando para tomar o café da manhã quando dois ladrões trocaram a mochila em 5 segundos, levando o notebook e mais uma série de itens. Leia como tudo aconteceu no post Uma vida digital por água abaixo em Segundos. […]

  11. Thássius V'

    Quando não é no hotel, corre-se o risco de ficar sem notebook no aeroporto. Deveriam ser lugares com segurança reforçada, mas…

  12. Rafael Oliveira

    Pô, que caca hein? Realmente dá pra ver pelo vídeo que os caras já estavam de olho em você. E o mais ridículo é a polícia mandar você esperar.

    Felizmente ainda não me aconteceu nada igual. Só me resta dizer boa sorte para conseguir reaver seus pertences e dados.

    Té mais xará!

  13. Ricardo Macari

    Na boa? Precisava deixar a mochila ali na mesa?
    Pra mim isso é uma tremenda falta de educacao, de gente que deixa coisas marcando lugar, e pelo que vi no video a mochila já estava nas costas e poderia muito bem ter ficado, ate voce ter se servido no buffet e daí sim ter ido pra sua mesa.

    Sim, é chato ter sido furtado, e foi furto, roubo seria outra historia (uso de violencia), nao foi teu caso. Violento é como está o Brasil, mas isso mero fruto da nossa sociedade, ou seja responsabilidade de cada um, que apenas diz “fazer o que não é mesmo?” ou “Vou registrar o BO mas nao vai dar em nada”. Brasileiro é assim mesmo e por isso o Brasil é assim, mal educado, conformado e sempre tentando dar “um jeitinho” nas coisas.

    Querem refletir sobre isso? Ou preferem deixar tudo como está?

    Rafael, lamento teu problema e sinto muito por voce ter sofrido isso, mas não te apoio.

  14. Jonny - Infopod

    Macari… Bebeu???
    O que raios tem a ver o c* com a cueca???

    Se o Arcanjo tivesse deixado a vida dele em cima da mesa é uma coisa (que ao meu ver, não existe problema algum). Outro problema é pessoas entrarem e roubarem coisas!

    Lembre-se que aquilo é um HOTEL, onde as pessoas trazem malas, e é um restaurante SELF-SERVICE, onde qualquer lugar do mundo (1o, 2o ou 3o mundo) é comum a pessoa deixar as suas coisas em cima da mesa para se servir. Ainda mais em um HOTEL!

    Boletim de ocorrência no Brasil realmente só serve para registrar ocorrências. A própria policia só incentiva o BO em caso de furto/roubo onde o produto de furto possa ser utilizado contra 3os e a culpa voltar para você (carro, armas, celulares e documentos). De resto, é meramente para alimentar as estatisticas.

    Arcanjo, não liga não… o Macari é muito ranzinza! Coisa de Linux Xiita que acredita que o Openoffice é melhor que o Office 2007!

    (o que esse último comentário tem a ver? nada, do mesmo jeito que o fato de deixar uma mochila em cima da mesa tem a ver com “bem feito que roubaram”

  15. Daniel Becher

    Jesus, que ataque de pelanca foi esse?

    @Macari, pera lá. Uma coisa é ele fazer isso num restaurante comum, chega depois de algumas pessoas que estão se servindo e reservar a mesa com a mochila pra não perder o lugar. Outra é fazer isso num restaurante espaçoso, num buffet que, como o Jonny disse, as pessoas vão cheias de bagagem e tudo o mais.

    Eu concordo que se cada um fizesse a sua parte o Brasil seria melhor. Mas acho que não houve nesse caso uma falta de educação do Arcanjo.

    E, sinceramente? não era o melhor momento pra você manifestar a sua indignação com o país e o seu povo. Você pisou na bola feio, passou por cima, sobretudo, dos sentimentos do cara. E não, na minha humilde opinião, você não lamenta PORRA nenhuma do que aconteceu.

  16. Nick

    Quer dizer que a culpa agora é do Arcanjo, que confiou na segurança do estabelecimento?

    Ah, fala sério, Macari, o seu comentário não faz o menor sentido.

  17. Glaydson

    Respondendo a Raquel, sim o hotel pode ser responsabilizado.

    Rapaz, na prática o BO deveria forçar um inquérito policial, mas o negócio é tão esculhambado que fica apenas com um “comprovante”.

  18. DJ Raphael Mendes

    Rafael, não liga para as babaquices que o Macari fala, ele gosta de tretar com todo mundo, mas quando a situação esquenta, ele se faz de coitadinho.

    Cara, você está no seu direito, corre atrás que o hotel tem total responsabilidade.

  19. Lu Monte

    Arcanjo, lamento pelo dinheiro perdido mas, principalmente, pelo trabalho perdido… e não liga pra gente como o Macari, não. Sempre tem alguém que acha bacana culpar a vítima, até que se veja em situação semelhante. É como o povo que defende “direitos humanos” pra bandidos até que sofra algum tipo de violência.

  20. Maysa

    Arcanjo, vc foi culpado. Assuma.

    Ai ai… era soh o q faltava.
    Maysa

  21. Jabour_rio - Filecast

    .
    .
    Ai, ai… Lamento pelo seu prejuízo, Arcanjo… Seja ele material, sentimental ou qualquer outro… É foda ver uma coisa dessa acontecer e nada poder fazer…

    Mas o que mais lamento é a arrogância de certas pessoas do “Mundo de Bambuluá”. Tem gente que pra aprender precisa levar muita porrada…
    .
    .

  22. GraveHeart

    A culpa é sua mesmo, Arcanjo. Na próxima vez, use um bloco de notas e caneta, duvido que roubem! Burro!

    Nhé, tem usuário de Linux que dá muita vergonha alheia….

  23. Lucia Freitas

    ah, meus sais, faz favor. Além de sofrer com violência – sim, é uma violência ter notebook furtado, vida desmontada – ainda tem que ouvir bobagem.
    Segue firme, Arcanjo, segue firme. E sobre a questão da segurança, galera, vambora combinar: a gente merece (e paga) por segurança na rua, inclusive. Eu morro de medo de usar smartphone no ônibus e no metrô. E a culpa não é minha, tá Macari. ble

  24. Gustavo

    Rafael,

    Sinto muito pelo furto! Sei como você está se sentido! Também já fui furtado e tudo que a polícia pode fazer foi preencher uma ficha… grandes bostas! É impressionante como o nível de serviço (SLA) da polícia é falho!

    Cara, foi por pouco que você não pegou o gordinho safado te roubando… questão de segundos! Parece até que tinha que ser assim… agora você definitivamente vai comprar um HDzinho externo e backupear sempres os dados né!?

  25. Ricardo Macari

    Muito facil voces virem aqui prestar apoio e condescendências pra vitima, e inclusive esquecer que meu comentário nao foi um ataque a vitima e sim a atitude que é bem comum, nao importa onde seja feita, o resultado nao poderia ser outro. Alias se é pra ataque pessoal, como alguns preferiram fazer aqui pra minha pessoa, deviam repensar suas cabecinhas ocas, antes de achar que tudo é pessoal, coisa típica do povo brasileiro que tem problemas eternos devido a sua baixa-estima.

    E sobre pedir indenização ao hotel, eu não iria nesse caminho, se gasta muito mais do que valor do teu notebook pra em alguns anos talvez não receber nada. Mas é um direito teu, mas os bobos aqui vao te dizer pra fazer isso claro, afinal eles querem te apoiar, sem base alguma. Quem nao teve algo roubado e/ou furtado que levante a mão, brasileiro lida com isso todo dia, por isso vivemos eternamente com medo, e invertemos a ordem natural, onde nao deveriamos ficar estressados, preocupados ou mesmo neuroticos com nossa segurança, mas isso nao vai mudar ate muita coisa mudar na cabeça do brasileiro. Meu ponto era esse, mas preciso desenhar pelo visto, ate pra ti Brutus Ken.

    Arcanjo, você poderia claro aproveitar a situacao e transformar isso em algo interessante, mas a escolha é sua, mas ser vitima e ignorar o nosso papel é algo humano, nao te culparia por tua escolha no momento. No mais boa sorte e como disse antes e repito pra alguns: Sinto muito pelo que aconteceu contigo e a vida continua meu caro.

  26. Flávio Granato

    Ai rafa,

    vacilou feio… pelo menos se fosse em fabri você poderia ir no morro buscar suas coisas…

    Pra mim a maior perda disso tudo é o material sobre ERP. Dá próxima vez compre um netbook e coloque em uma bolsa e amarre na cintura.

    Só tenho uma coisa para te falar que acho que você vai lembrar para o resto de sua vida: BACKUP!!!!!!!!!!!!!

    abraços

  27. [barba]

    Cara, que phoda! O pior é que eu vi o vídeo e me vi no teu lugar, eu faço EXATAMENTE tudo que tu fez. Mesmo estando sozinho.

    Eu vejo gente falando que a culpa é tua, mas porra!!! Como se tu tivesse colocado a mochila na rua! As pessoas falam como se o roubo fosse algo aceitável. O que me dá raiva é que a culpa é de quem rouba, ou agora vão dizer que se eles tivessem te matado porque tu correu atrás então a culpa era tua por ter ido atrás? Cacete, detonam o cara porque ele se descuidou? Ele é burro porque agora pq escolheu comer num lugar fechado? Ah ok, beleza. Vou começar a fazer assaltos também, a culpa vai ser de quem for assaltado. Legal!

  28. Lu Monte

    Macari, te enxerga. Guardar lugar numa praça de alimentação cheia é uma coisa, guardar lugar num restaurante de hotel vazio é outra bem diferente. Se você não vê a diferença, a cabeça oca é a sua.

    Quanto à indenização pelo prejuízo material, Juizado Especial Cível resolve sem que a vítima tenha que gastar um tostão. E o hotel é responsável, sim, pela presunção de segurança que fornece aos seus hóspedes. Bobo é quem acha que quem sofre alguma violência deve ficar quieto porque “brasileiro lida com isso todo dia”.

  29. […] Arcanjo, na data de 27/10/2008, postou em seu blog um post relatando em detalhes que foi vítima de furto enquanto estava em um hotel na cidade de Campo […]

  30. Alessandro Martins

    Para mim, viver de roubo é algo que está além da compreensão. Chega a dar vergonha daquele sujeito patético levando sua mochila. Enfim. Obrigado por compartilhar: tomarei cuidado.

    Abraços.

  31. Luís Cláudio - LC

    Rafael,

    Passei por esta situação a cerca de oito meses, no meu caso invadiram a minha casa e levaram meu note, tv, aparelho de som e uma coleção de canetas que venho juntando a 15 anos. Me senti impotente. A PM me disse que iria rastrear os assaltantes mas que não havia esperança. A Policia Civil estava fechada para registro do BO e só reabriria na segunda-feira (isto aconteceu em uma sexta-feira 14 horas). Só me restou aquela frase “trancar a porta depois que o ladrão sair”.

    Em minhas viagens, até mesmo porque os locais que frequentava à trabalho não eram dos mais seguros, aprendi a sempre estar com minha mochila nas minhas costas ou nas costas da minha cadeira.

    Boa sorte.

  32. Halysson

    Por que não da mais pra ver o video?

  33. Gilberto

    Cara, comigo ocorreu algo parecido. No início do ano eu esta a trabalho em Brasília. Tinha acabado de chegar, só deixei minhas coisas NO QUARTO e fui jantar com um amigo. Assim que voltei tinham levado meu Notebook, câmera digitel, carregador, etc… Fui pra delegacia e não tinha PAPEL pra imprimir um BO! Levei o número do BO anotado numa folha de caderno! Depois de conversar com a gerente do Hotel, a mesma confessou que existia uma quadrila atuando no hotel e que haviam roubado uma chave mestra (de uma governanta) que abria todos os quartos do meu andar. Já haviam cancelado a chave (cartão eletrônico) mas, não se sabe porque, no meu quarto ainda abria. Por sorte, olharam o log do sistema de segurança e, como não foi culpa minha absolutamente, fui ressarcido de tudo. Ainda bem que eu tinha backup das fotos do meu casamento que estavam no notebook!! Fiz antes de viajar! Assim como meus projetos. Mas desde esse dia eu não desgrudo por nada do meu aparelho! Boa sorte e meus Pêsames!

  34. […] Arcanjo foi roubado em hotel… oxi pais dos infernos, a gente não tem paz e segurança em canto algum. A SyFerrari falou de outro causo. Recomendação? LapFinder. Se o SuperCrunchers diz que rastreamento de carro serviu para diminuir roubos, este também deve funcionar… ou não? (comentários estão abertos) […]

  35. Tiago Celestino

    Muito dose!! Pra não dizer fo..

    Acho que o pior foi ter perdido totalmente trabalhos de anos, isso que deve ser mais duro de encarar.

  36. Hilder Santos

    Caramba, meu velho. Bizarro isso. Ver o seu trabalho de anos sendo levado por filha da puta qualquer… Safado… Dá muita, muita raiva, cara.
    O pior de tudo é saber que somos impotentes com determinadas situações, como você deixou bem claro.
    Cara… Tudo que tenho a te desejar é boa sorte, meu velho. Todo cuidado é pouco, cara, desconfie de qualquer coisa, qualquer lugar, qualquer pessoa. Claro que não dá pra gente se policiar 24hs por dia, mas é importante fazer disso um hábito.

    No mais, saiba que qualquer coisa que precisar, meu velho, seja alguma contribuição com o caso ou mesmo um ombro amigo, estarei por aqui, meu camarada.

    Boa sorte pra você, e força, meu camarada.

    Tudo de bom. E confie na vida, que justiça divina não falha, meu brother. Você é uma pessoa de bem, e isso é o que importa.

    Grande abraço!

  37. […] gente acompanhou o ocorrido que relatei no arcanjo.org há alguns dias a questão do furto do meu notebook. Foi uma situação complicada que eu espero que ninguém passe por ela. E também, um pouco antes, […]

  38. […] Na minha leitura de feeds li sobre o furto de notebook do Arcanjo, no mesmo instante pensei sobre “A […]

  39. Daniel

    Rafael,

    Sinto muito pelo furto do seu notebook. Já fui furtado e tudo que a polícia sempre faz é preencher uma ficha… É impressionante como o nível de serviço da polícia é falho. Vou ter muito mais cuidado com meu notebook agora.

    Procurei o vídeo para ver, mas ele parece que foi bloqueado, tem como você enviar ele pra mim ou colocar no youtube novamente com outro nome?

    Abraço!

  40. […] perguntas e respostas 10′50” – Processador – Notícias da semana 11′00” – Furto de Notebook do Arcanjo 12′00” – Direitos do Consumidor sobre furto/roubo de notebooks em locais reservados […]

  41. Doufer

    Essa semana comprei um HDD pra guardar fazer um backup da minhas coisas, espero fazer ao menos uma vez por semana mas a gente acaba não dando a devida atenção depois de um tempo…

    Espero que consiga recuperar seus pertences, principalmente os dados…

    Abraço!

  42. Rafael Arcanjo no Undergoogle

    […] O competente Nando Kanarski, que é dono do melhor blog sobre Google no Brasil, me convidou para uma participação especial no UnderGoogle. Terão vários convidados e eu tive a honra de abrir a sessão de convidados com um artigo mixando o que eu já havia comentado aqui sobre Cloud Computing e o Furto do Notebook. […]

  43. navegantes.blog

    Vida digital após a morte…

    Recentemente estava organizando as fotos dos meus filhos no Picasa. Um belo acervo de todo crescimento deles e de momentos inesquecíveis. Fiquei pensando: se eu morrer, como eles terão acesso a este trabalho? Tá, tudo bem, já mandei o compartilhame…

  44. […] semana foi publicado o episódio 16 do Decodificando, que abordou, entre outros assuntos, o furto do notebook do Arcanjo, amplamente divulgado na net. No resturante do hotel em que estava hospedado em Curitiba, ele […]

  45. […] nunca se sabe quando uma desgraça vai nos […]

  46. Robert Fernando Schweppe

    Caramba, o livro do Mochileiro das Galáxias foi foda, espero que já tenha conseguido um outro exemplar para terminar a leitura, afinal mais triste que você ficou depois do roubo é o Marvin em qualquer momento! ¬¬

  47. Gaúcha

    Pena que o seu vídeo foi excluído. Auxiliaria muito a identificar os ladrões.
    Podem me chamar de exagerada, mas em todos os lugares que vou, não desgrudo da minha bolsa. Quando vou ao restaurante a bolsa fica no meu colo.

  48. Vanessa

    Adorei o blog. Parabéns!!! ;)

  49. Verônica

    Muito bom o post.

  50. wagner

    Em 12/11/10, invadiram minha casa e levaram meu notebook…isso é muito mal. A sensação de impotência e frustração são os piores sentimentos. O ódio que tenho dos ladrões que fizeram isso nunca vai passar, talvez se eu tivesse a oportunidade de saber quem foi, eu até mataria esses pilantras. Agora comprei um novo notebook, Graças a Deus!!, eu trabalho e posso comprar outro, e agora exigi que o proprietário do imóvel colocasse tranca no portão, reforçei a fechadura da porta e janela e estou até pensando em colocar meu notebook no seguro. Mesmo que tudo isso não resolva, pelo menos sinto que estou cuidando um pouco mais do meu querido brinquedinho…meu notebook!

  51. Gill Roland Sonsino

    Voltei ontem de Foz do Iguaçu com meus dois filhos.Fomos de carro pra fazer algumas compras no Paraguai inclusive um notebook pra um deles pela vantagem de ser 50% mais barato que aqui.Somos veteranos de Ciudad del Este mas desta vez dançamos feio! Compras feitas Note encomendado voltamos ao hotel e aguardamos a entrega.Como combinado as 17:00 horas um carrpo com o portadoir do laptop nos entrega a encomenda.verificamos todo em ordem e fomos preparar as bagagens para a longa volta de carro.descemos para jantar e 30 minutos depois ao retornar ao quarto nossa indignação e terror…..levaram nossas compras,notebook,mochila com equipamento cinematografico pela janela.Lavramos um BO na presença da gerencia e vamos aguardar que nossos advogados tomem as medidas cabiveis neste caso.O PARAGUAI Ë MAIS SEGURO QUE O NOSSO POBRE BRASIL!
    abs
    Gill

Deixe uma resposta

Utilize o formulário abaixo para deixar uma resposta no Arcanjo.org. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios.

Você deve estar logado para postar um comentário.