Microsoft x SPP + Vista = Tiro no Pé

Microsoft x SPP + Vista = Tiro no Pé

Por Rafael Arcanjo | Em 04.10.06 | Categorias: Microsoft, Sistemas Operacionais, Softwares, Tecnologia, Windows


Poucos dias atrás a Microsoft lançou o Zune, seu tão esperado MP3 player, prometido e divulgado aos sete ventos como o Ipod Killer, que desbancaria o primeiro lugar do Player da Maçã no mundo da música digital. Um fator chave que é agregado ao aparelho e que desagradou a quase todos (para não dizer todos) os que viram os reviews e características do mesmo foi o fato de que as músicas transferidas de um Zune a outro via Wi-Fi teriam uma restrição de 3 acessos ao arquivo ou passados 3 dias que o arquivo tivesse sido transferido, seriam bloqueados (ou excluídos, isto ainda não ficou claro para mim). O que acontece é que um conteúdo, mesmo que seja feito pelo próprio usuário, sob licença Creative Commons, o player embrulha tudo aquilo dentro de sua DRM. Foi um fator chave para que muitos desistissem de comprar já no lançamento do player. Maiores informações aqui e aqui.

Pois bem, a notícia que li hoje tem tudo para ganhar a mesma repercussão que ganhou tal fato acima descrito. Transcrevo uma parte da notícia do IdgNow! (Notícia original do News.com, clique aqui (aliás, porque dois “.com” neste endereço hein ? só 1 já não estava de bom tamanho ? Bom, mas isto são outros quinhentos, vamos voltar ao que interessa…))

Pequim – MS anuncia que sistemas operacionais contarão com Software Protection Platform, que restringirá funções avançadas para cópias piratas.

A Microsoft introduzirá um novo sistema para combater a pirataria de softwares dentro dos seus futuros sistemas operacional Windows Vista e Windows Longhorn Server, disse a companhia nesta quarta-feira.

Chamado de Microsoft Software Protection Platform (SPP), a novidade é uma coleção de tecnologias que tem como objetivo melhorar a detecção de versões pirateadas do Windows, e também limitar versões não autorizadas do seu software em um modo com funções limitadas, encorajando usuários a obter uma cópia legal.

(…)

Além das limitações, quem usar cópias não licenciadas verá avisos freqüentes no canto da tela alertando que o software não é genuíno.

Fonte: IdgNow!

Resumindo, quem usar o Windows Vista pirata em sua máquina vai ter que rodar uma versão enxuta (com algumas funções limitadas, de acordo com Thomas Lindeman, Gerente Sênior de Produtos da Microsoft).

Citando o Glaydson do Navegantes.blog, não é muito difícil que o Vista vire um Starter Edition, rodando 3 aplicações simultâneas [piada nerd] (um vírus, um spyware e o msn) [/piada nerd].

Minhas Perguntas:

  • Mas, a Microsoft não se favorece com esta pirataria? (não entendeu? clique aqui)
  • Se sim, então qual seria o motivo de pegar tão pesado assim ?
  • Será que isto não vai levar a uma parte dos usuários, principalmente pequenas empresas que utilizam o software pirata, a migrar suas plataformas?
  • O WGA simplesmente mostrando mensagens na tela do usuário avisando que o seu Windows “pode ter sido vítima de falsificação de software” já deu pano pra manga, imagina o SPP agora tirando funcionalidades do sistema?

Isto está me cheirando a um belo Tiro no Pé.
É esperar para ver.

Links Relacionados:
Navegantes.blog
IdgNow!
News.com
Diogo Azevedo

[tags] Microsoft, Zune, WGA, Software Protection Platform, SPP, DRM, Vista, Longhorn [/tags]


Apaixonado por tecnologia, Cruzeirense e Nerd. Trabalha com TI há mais de 12 anos, porém ficou fascinado com computadores bem mais cedo quando viu o que aparentemente era um 286 rodando um joguinho de corrida via disquete de 5 1/4.

« »

1.105 Comentários

  1. Alexandre Fugita

    Eu sempre me perguntei… pq o News.com tem dois “.com” no endereço… hehe!

    A meu ver a Microsoft tem todo o direito de bloquear cópias piratas (e portanto não geradoras de receita) do Vista. O que não pode acontecer é o que houve com o WGA do XP: mandavam informações para a Redmond além de ocorrerem muitos falsos positivos.

    Tá certo que especialistas apontam que o sucesso do Windows se deve exatamente pirataria. O negócio é esperar pra ver o que vai acontecer.

  2. Rafael Arcanjo

    Opa Alexandre,

    Concordo que a Microsoft tem o direito de bloquear, contanto creio que ela não pode se dar ao luxo de fazê-lo mais, se quiser manter o grande trunfo que tem frente a outros sistemas Operacionais: a familiaridade do usuário.

    Eu já não tinha gostado das primeiras impressões do vista, que não trouxe nada de muito inovador, além de uma interface muito bonita. Fora isto, é um trambolho de pesado.

    Vejamos as cenas dos próximos capítulos.

  3. Techbits

    Pirataria como modelo de negócios…

    Em uma semana que fomos surpreendidos com a venda do YouTube para o Google, e em um mundo em que a distribuição de conteúdo enfrenta novos paradigmas, finalmente veio a declaração que todos esperavam: Anne Sweeney, presidente do grupo de TV Disney…

  4. […] Blog do Rafael Arcanjo: Microsoft x SPP + Vista = Tiro no Pé […]

  5. […] A, um detalhe importante: quem está pensando em piratear o sistema, leia este artigo que escrevi sobre o novo sistema de proteção para cópias piratas do Vista, o artigo do Diogo Azevedo e uma entrada no Baboo, os dois também sobre os recursos anti-pirataria. -Rafael Arcanjo no comments trackback this article comment on this article […]

Deixe uma resposta

Utilize o formulário abaixo para deixar uma resposta no Arcanjo.org. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios.

Você deve estar logado para postar um comentário.