O Sonho Acabou?

O Sonho Acabou?

Por Rafael Arcanjo | Em 05.07.06 | Categorias: Copa 2006, Futebol

Bem amigos da rede globo,

E o sonho acabou… Será que o temos visto há tanto tempo pode ser chamado de sonho? Creio ser melhor defini-lo como pesadelo.

O que acharam da atuação do Zidane e da França ontem? Estou embasbacado até agora. Maravilhoso é o mínimo que posso dizer. Era apenas isto que esperava ver a seleção do Brasil jogar um dia. Fim da Era Cafu, Roberto Carlos, Parreira e Zagallo (prá falar a verdade, creio que essas figuras nos acompanharão eternamente). Fim do futebol arrogante e presunçoso, que faz com que uma população fique hipnotizada por pseudo-craques incensados pelo populismo dos “Galvões Buenos” da vida. Enfim, estou muito feliz, não pela derrota do país Brasil, mas sim, do futebolzinho medíocre que há tempos assola nossas vidas, e sempre com a resposta na ponta-da-língua: “O importante é ganhar! Ninguém vai lembrar de espetáculo no futuro, pois, o que importa é o resultado”. Pois, bem, eu que confundo a minha própria existência com o esporte futebol (não aquele de resultados, mas sim, o esporte em si, da genialidade de Zico, Platini, Maradona), agradeço do fundo do coração ao “Rei” Zidane, por mostrar ao povo brasileiro (e ao mundo) como é que uma bola gosta de ser tratada e que não são necessários malabarismos e arrogância para conquistar a coroa de melhor do mundo.

E não posso deixar de ressaltar: provavelmente, a França não vai conquistar o título na Copa da Alemanha, mas e daí? O que importa realmente, é que ela demonstrou que é possível dar espetáculo e que está na hora de darmos valor ao que é realmente belo e não apenas ao que vence mais e/ou vende mais.

Ser patriota não significa comprar camiseta e corneta em Copas do Mundo, mas sim, ter consciência crítica, moral e cívica, não se tornando apenas vaquinhas-de-presépio dos colonizadores globalizados (lá vem os “Galvões” da vida novamente).

Espero que a lição de ontem seja aprendida por todos nós, e que paremos com o discurso de que o Brasil é que perde. Não, ontem, quem venceu, foi a França, foi o futebol.

Um grande abraço desse amante do futebol espetáculo e que chorou (e muito) pela desclassificação na Copa de 82, mas, que de lá para cá, chora é de tristeza por vencer e não convencer!!!

Ah, e corrigindo o 1º parágrafo: o sonho não acabou, pois, ele sobreviverá enquanto existirem gênios como Zinedine Zidane habitando nosso Planeta.

Hasta, hermanos.

Escrito por Leonardo Seixas, um dia depois do jogo Brasil x França e gentilmente cedido ao arcanjo.org.


Apaixonado por tecnologia, Cruzeirense e Nerd. Trabalha com TI há mais de 12 anos, porém ficou fascinado com computadores bem mais cedo quando viu o que aparentemente era um 286 rodando um joguinho de corrida via disquete de 5 1/4.

« »

Deixe uma resposta

Utilize o formulário abaixo para deixar uma resposta no Arcanjo.org. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios.

Você deve estar logado para postar um comentário.